TARJA + SPECIAL GUESTS IN THE RAW TOUR

07 MAR

ALTICE ARENA - SALA TEJO

comprar
Texto alternativo

Tarja Turunen, a diva do metal sinfónico, regressa a Portugal em março de 2020 para apresentar o seu novo álbum de originais, «In The Raw»

 

No dia 7 de março do próximo ano, o público nacional vai ter uma vez mais oportunidade de se render ao charme de TARJA, que regressa por fim ao nosso país para apresentar «In The Raw», o seu mais recente registo de originais, com data de edição agendada para o próximo dia 30 de agosto. Nesta, que será a quinta passagem da carismática artista por Portugal - depois da estreia no Verão de 2005 no festival Vilar de Mouros ainda com os Nightwish e três atuações colossais na Aula Magna, em Lisboa, em 2012, 2014 e 2016, a diva do metal sinfónico por excelência vai subir ao palco da Sala Tejo, na Altice Arena, em Lisboa e promete mostrar-se "mais vulnerável e agressiva que nunca".

 

Seja como solista com a Ópera Nacional Finlandesa, a cantar numa igreja, ou a segurar de forma muito convincente a atenção de milhares de fãs de rock em arenas espalhadas pelo mundo, TARJA é um verdadeiro fenómeno. Quando se pensa numa cantora lírica soprano associada ao heavy metal, não há como contornar a realidade de que o primeiro nome que vem à cabeça é inevitavelmente o da cantora finlandesa nascida Tarja Soile Susanna Turunen-Cabuli a 17 de agosto de 1977. Entre 1996 e 2005, tornou-se conhecida a nível internacional como frontwoman dos Nightwish e, depois de se ter separado dos autores de «Once», encetou uma carreira a solo que, apoiada numa sequência de registos soberbos em que se tem dividido entre o rock, o heavy metal, a pop e a ópera, espelha na perfeição a versatilidade do seu enorme talento.

Infelizmente, como diz o ditado popular, "nem tudo que reluz é ouro" e, verdade seja dita, nem tudo que é ouro brilha necessariamente. Foi essa a ideia que inspirou a finlandesa para começar a trabalhar no seu sétimo álbum a solo, «In The Raw». "O ouro, pensamos nós, é algo polido e perfeito, sofisticado, um luxo, mas no estado natural é um elemento cru", explica Tarja. Essa poderia ser também uma descrição perfeita para a música que se ouve no sucessor do muito aplaudido «The Shadow Self», de 2016: um poderoso híbrido de orquestrações sofisticadas, coros, a sua voz classicamente treinada (que continua a soar tão impressionante como sempre) e uma base musical obscura e pesada, que traz ao de cima uma honestidade tocante.

 

BIOGRAFIA TARJA
Durante as últimas duas décadas, a cantora soprano Tarja Turunen transformou-se na estrela mais brilhante da cena rock/metal finlandesa e, a nível internacional, num dos rostos mais famosos no mundo da música. Tarja iniciou os seus estudos musicais aos seis anos num instituto musical de Puhos, até que, aos quinze, se mudou para a pitoresca Savonlinna onde se destacou como uma estudante verdadeiramente esforçada, passando em todos os exames com as melhores notas na história da escola secundária local. De seguida, candidatou-se à reputada Academia Sibelius, especializada em música sacra e canto clássico. Além de ter de desenvolver a técnica vocal, foi forçada a estudar piano, não apenas como um hobby, e o seu esforço foi compensado com notas perfeitas no final do ano letivo. Foi por esta altura que foi convidada para gravar três músicas para um projeto acústico; a experiência mudou para sempre a sua visão da música.
Com o bombástico e majestoso timbre de Tarja a ofuscar os outros instrumentistas, os Nightwish não demoraram muito a transformar-se em algo diferente. Depois de gravarem uma única maqueta, os músicos assinaram com Spinefarm Records e, em 1997, lançaram o álbum de estreia «Angels Fall First». As reações do público e da imprensa não se fizeram esperar, com o carácter único do disco a suscitar respostas incrivelmente positivas; a banda começou a dar os primeiros concertos e, a partir de então, transformou-se na prioridade de Tarja, que colocou as suas ambições académicas temporariamente em stand by. Apesar disso, entre as tours e sessões de gravação, a vocalista foi sempre arranjando tempo para equilibrar os riffs do heavy metal com colaborações ocasionais que nunca lhe permitiram perder contacto com as melodias sumptuosas de Verdi e Wagner. No período compreendido entre 1998 e 2005, gravou mais quatro álbuns com os Nightwish, numa sequência de lançamentos – «Oceanborn» em 1998, «Wishmaster» em 2000, «Century Child» em 2002 e «Once» em 2004 – que mostrou o coletivo a crescer de uma forma incomensurável a todos os níveis. Os músicos partiram das margens da Finlândia para a fama internacional, percorrendo mares nunca antes navegados e abrindo caminho para toda uma vaga de grupos apostados em misturar o peso do heavy metal com asumptuosidade da música clássica e sinfónica. Imparável, Tarja nunca deixou também de perseguir os sonhos fora do grupo, inscrevendo-se na Universidade Musical de Karlsruhe, na Alemanha, para dar continuidade aos estudos e colaborando com músicos como Beto Vazquez e Anssi Tikanmäki.
2004 transformou-se no ano mais movimentado para Tarja até então, com a vocalista a dar o primeiro passo no sentido de uma carreira em nome próprio com a edição do EP «Yhden Enkelin Unelma», composto por versões de duas canções tradicionais de Natal – o disco transformou-se num sucesso improvável, atingindo a marca de platina. Por sua vez, «Once», o quinto álbum dos Nightwish, chegou aos escaparates a 7 de Junho e afirmou-se como o maior sucesso da banda atingindo o #1 dos tops de vendas em cinco países, atingindo tripla platina na Finlândia e triplo Ouro na Alemanha. A tour mundial de promoção, a mais longa de sempre para o grupo, terminou a 21 de Outubro de 2005 em Helsínquia, com um espetáculo concebido propositadamente para posterior edição. Já após a atuação, e sem que nada o fizesse prever, a banda dispensou Tarja... O DVD, intitulado «End Of An Era», seria editado no Verão do ano seguinte.
Com críticos e fãs de todo o mundo a elogiarem o seu enorme talento, Tarja não demorou muito a encetar uma carreira a solo que dura até hoje. Em 2006, dividiu-se entre várias colaborações, entre as quais se contam participações nos musicais «SPIN» e «Rhapsody in Rock», nos quais interpretou um repertório diverso, de peças clássicas a rock dos anos 60, e uma fulgurante passagem pelo Savonlinna Opera Festival, como solista e em colaboração com o famoso tenor finlandês Raimo Sirkiä e a Orquestra Sinfónica de Kuopio, em duas atuações lotadas que lhe valeram rasgados elogios.

 

 

Pontos de Venda: Pontos de Venda: 18 20 (24H); Lojas FNAC; Lojas WORTEN; El Corte Inglés; ABEP; Turismo de Lisboa (Aeroporto e Praça do Comércio); ACP; Lojas PAGAQUI; The Phone House

Partilhar

preços

comprar
De 30€ a 35€

sessões

07 Março 20h
Duração do espectáculo 180 minutos
Idade mínima 6 anos
Início de venda dos bilhetes 26-07-2019 10:00
Fim de venda dos bilhetes 07-03-2020 23:30
Promotor Prime Artists, Unipessoal Lda

Próximos Eventos

Texto alternativo
IN BEAUTY 2019
26 OUT A 28 OUT
ver agenda completa